fbpx

A nossa viagem por Portugal

Para si que nos acompanha nas redes sociais, já sabe que estamos numa excursão virtual por Portugal em busca de produtos, paisagens e histórias. Se ainda não viu, entre no nosso instagram ou facebook e ative as notificações para ficar a par de tudo em tempo real!

Hoje vamos continuar a trazer o nosso passeio para este blog. Cada post será sobre um tipo de produto diferente e terá recomendações de diferentes produtores. Começamos pelos vinhos e agora passamos para a cortiça. Seguimos pelas cerâmicas, alojamentos rurais e muito mais! Afinal, o nosso país tem muito a oferecer. Acompanhe-nos por aqui e viaje connosco através do seu ecrã.

Em busca dos melhores produtores nacionais

Por esta jornada em busca dos melhores produtos e produtores portugueses deparamo-nos com uma grande dificuldade: como encontrar produtores que não estão online?

Em comparação com o resto da Europa, Portugal ainda está a aproximar- se da proporção de negócios online. Os empreendedores portugueses cada vez mais percebem a necessidade de uma presença online efetiva.

Muitos foram os casos de recomendações que recebemos de ótimos produtos que não conseguimos encontrar online. Outras vezes até encontrávamos os produtos mas não podíamos comprar pois não estavam disponíveis para compra online.

A criação de um site é uma coisa que, normalmente, assusta muitos pequenos e médios empresários. Mas não tem de ser assustador nem complicado. Muitos não têm condições de investir tempo ou recursos na criação de um site ou de redes sociais. E é exatamente por isso que a Colour Invasion existe!

E não há melhor hora para colocar o seu negócio online do que agora!

Estes últimos dois anos foram desafiadores para todos nós e muitos tiveram que mudar completamente o seu modelo de negócio. Se antes tínhamos liberdade para ir e vir, hoje já não é mais tão simples. Quando antes podíamos ir por este país a fora e descobrir as belas quintas com vinhas, olivais e montados, agora tivemos de nos adaptar ao mundo quase 100% digital.

Mas nós na Colour Invasion não vemos isto como uma mudança para pior, antes vemos como uma oportunidade! Agora o alcance humano está limitado, mas o alcance digital chega ainda mais longe!

Se acredita que agora é o momento de elevar o seu negócio para o próximo nível, fale connosco e peça um orçamento grátis e tenha sua própria loja online.

Um tesouro nacional – a Cortiça

Agora sem mais delongas vamos numa viagem ao Alentejo para conhecer o maior Montado do mundo.

Começamos a nossa jornada pelos produtos e paisagens portuguesas que nos inspiram mais. 

A cortiça é um produto tipicamente português e que já estamos muito habituados a ver por todo o lado.

Esse produto tão presente na nossa cultura é muito mais complexo e versátil do que parece. Além de ser um ótimo protetor para os nossos vinhos também pode servir como tecido ou mesmo como o material isolante.

Com certeza já ouviu falar que até a NASA utiliza cortiça como material isolante na suas naves.

Também conhecido como Chaparro, o Sobreiro pode chegar a ter 15 a 20 m de altura e é uma árvore nativa da península ibérica. O Sobreiro é responsável pelo fruto bolota que serve para alimentar os porcos dos quais fazemos enchidos, mas o seu produto mais conhecido é, sem dúvida, a cortiça.

A primeira extração de cortiça acontece normalmente entre os 25 e os 30 anos da árvore. Essa primeira tiragem não é, normalmente, usada para rolhas por ser muito porosa. Apenas nas tiragens subsequentes é que se pode utilizar para as rolhas de cortiça. Numa árvore já desenvolvida as tiragens são feitas a cada 9 anos.

Vocês sabiam que quase 50% da produção mundial de cortiça é portuguesa? E que mais de 50% da produção nacional se encontra no Alentejo?

Mas se pensamos que a cortiça serve só para proteger o nosso maravilhoso vinho estamos muito enganados. A cortiça tem servido nos últimos anos com o material de primeira qualidade para criar peças de design únicas e funcionais, acessórios de moda, sapatos, e muitos outros produtos.

Estamos convencidas de que a cortiça não é só um material para criar peças de design incríveis mas também é um produto que vive por si só. Não é à toa que o sobreiro ocupa quase 1/3 dos  hectares cobertos de florestas em Portugal.

Sendo um produto 100% natural, o consumo da cortiça não afeta negativamente o meio  ambiente. O tecido de cortiça é, portanto, uma alternativa vegan ao couro animal, bem como  uma alternativa ao plástico em muitos produtos! 

Para acompanhar nossa viagem em tempo real, siga-nos no Instagram e no Facebook e ative as notificações. Caso queira entrar na nossa lista de produtores recomendados, entre em contato por aqui.

Deixar um comentário