fbpx

Perceber a importância das palavras-chave para um site

Em termos gerais quando é feita uma pesquisa um motor de pesquisa procura:

  • Páginas que contêm a palavra/frase exacta ex. criacao sites;
  • Páginas que não têm a palavra “criação sites” que têm as palavras “criação” e “sites” relativamente próximas uma da outra;
  • Páginas que têm as palavras “criação” e “sites” mesmo que muito próximas uma da outra;
  • Páginas com variações das palavra algures na página;
  • Páginas que têm links que apontam para outras páginas nas quais o link de texto contem a palavra/frase “criação sites”;
  • Páginas com links a apontar para elas com o link de texto contendo as palavras “criação” e “sites”, apesar de não estarem juntas.

O motor de pesquisa não apresenta necessariamente as páginas pela ordem indica acima. Consequentemente quando considera a ordem de posicionamento no ranking, ele considera, para além dos factores acima indicados, se a palavra/frase está a:

  • Bold;
  • Itálico;
  • Em lista de bullets;
  • Em texto maior que as outras palavras que existem na página; e
  • Num heading (<H> tags).

Escolher as palavras-chave/frases é por isso essencial. Caso uma palavra ou frase específicas não existam nas páginas do seu site, em resultado, ele não irá aparecer quando alguém inserir essas palavras-chave/frases numa pesquisa.

Como escolher então as palavras-chave?

As empresas muitas vezes cometem o erro de escolher as palavras baseadas no que pensam sobre os seus produtos e serviços, ao invés do que naquilo que os seus clientes pensam.

Comece por analisar as suas actuais palavras. Veja o que as pessoas estão a pesquisar actualmente.

Passos da análise de palavras:
1. Identifique as palavras óbvias: primeiro comece por escrever as palavras mais óbvias numa folha de texto ou de papel. Em segundo, coloque as palavras que já se lembrou, ou se ainda não começou, as que lhe ocorrem imediatamente. Estude a lista por alguns minutos. Que termos similares lhe vêem à cabeça? Adicione-os à lista .

2. Analise os logs de acesso ao site: veja o ficheiro de logs de acessos tome nota dos termos que estão a trazer tráfego ao seu site.

3. Consulte as tags da concorrência: vá aos sites dos seus concorrentes e abra o código fonte de algumas páginas. Para o o fazer aceda ao site pretendido e clique com o botão do lado direito do rato sobre a página. Clique na opção “Ver código/fonte”. Faça uma pesquisa (CTRL+F) por <meta NAME = “keywords”>.

4. Faça um brainstorm com os seus colegas: pergunte-lhes algo como ” Se estivessem à procura de uma empresa que desenvolve-se um site para vocês que termos utilizariam para pesquisar no Google?”. Dê-lhes a lista com as palavras que já tem e pergunte se lembram-se de mais algumas para acrescentar. Provavelmente terão algumas.

5. Analise de perto a sua lista: reveja a lista procurando adições mais óbvias como por exemplo:

  • Erros de escrita óbvios, se o tráfego de uma palavra escrita de forma incorrecta é significante pode ter interesse criar uma página no site que utilize essa palavra. Procure igualmente acrescentar essa palavra com erro no título da página;
  • Sinónimos;
  • Palavras separadas ou juntas;
  • Singulares ou plurais (os motores de pesquisa tratam-nas de forma diferente);
  • Hifens (descubra qual a forma de escrever que os seus clientes provavelmente usam);
  • Termos utilizados geograficamente (a geografia é importante para o seu negócio por isso não se esqueça de incluir a sua cidade ou cidades envolventes);
  • Nome da sua empresa (se tiver um nome já reconhecido adicione-o à lista); e
  • Nomes de outras empresas ou produtos (deverá ter atenção à forma como o faz. ex. uma forma corrente de utilização do nome da concorrência seria referir o mesmo no texto quando em comparação com os seus produtos ou oferta).
Recomendar
  • Facebook
  • Twitter
  • LinkedIN
Partilhar
Deixar um comentário