fbpx

Tendências do Ecommerce para 2016

Está a par das tendência do ecommerce este ano? E já não ouviam falar das Black Friday´s, ou até mesmo tirou proveito das mesmas comprando produtos com desconto? As Black Friday´s vieram para ficar.  Prova disso são as marcas que têm vindo a recorrer a este tipo de oferta quer em lojas físicas quer lojas online.

Parece que o comércio a retalho procura cada vez mais o canal online e os clientes recorrem cada vez mais a esta forma, cómoda e segura, para efectuar as suas compras.

Com base nesta mudança nos comportamentos dos retalhista e consumidores deixamos aqui algumas tendências que consideramos importantes para ter em conta se tem ou está a pensar ter uma loja online.

1. DISPOSITIVOS MÓVEIS COMO PRINCIPAL ESCOLHA PARA COMPRAS ONLINE

Nos dias de hoje sabemos que 50% do tráfego das lojas online vem de smartphones ou tablets. Este é um fenómeno com rápido crescimento e que está a gerar alguma entropia na maioria das empresas pois estão com dificuldades em adaptar-se a esta realidade.

As principais preocupações das empresas devem centrar-se por isso em 2 pontos chave: como adaptar o meu site aos dispositivos móveis e como tornar as experiências dos clientes mais agradáveis.

Se tem uma loja online e a mesma não é responsiva, deve começar a delinear uma estratégia para o fazer, caso contrário poderá estar a perder clientes e dinheiro.

2. SOCIAL COMMERCE

As redes sociais assumem cada vez mais um papel preponderante enquanto canais de veda, não só pela quantidade cada vez maior de utilizadores que as usam diariamente como pelo tempo que despendem nas mesmas. É por isso importante que permita a venda de produtos/serviços através das redes sociais em que está presente.

No entanto, deve facilitar o processo de compra nas redes sociais. Se obrigar um cliente a dar 10 cliques para finalizar uma compra certamente que a sua taxa de rejeição será muito alta. Por isso, aposte em ferramentas que permitam fazer a venda directamente na rede social sem que o cliente tenha de andar a saltar de página em página.

Aqui fica a sugestão de algumas ferramentas que podem recorrer para disponibilizar uma loja online nas redes sociais:

3. VELOCIDADE DE CARREGAMENTO DO SITE E DAS PÁGINAS

Para além da responsividade um outro factor a ter, igualmente, em conta numa loja online é a velocidade de carregamento dos conteúdos. Um site, mesmo que responsivo, se é muito lento a carregar não irá certamente levar o utilizador a uma boa experiência o que pode resultar novamente numa elevada taxa de rejeição ou abandono em termos de carrinho de compras.

O acesso à informação de forma rápida é cada vez mais importante. A quantidade de ofertas que existem à nossa disposição nos dias de hoje tornou muito fácil para o cliente saltar de site em site sempre que o mesmo está a demorar muito a carregar a informação que ele pretende.

Preocupe-se por isso em optimizar o seu conteúdos quer em termos de textos quer, e acima de tudo, em termos de imagens. As imagens devem ter qualidade. Consequentemente isso ajuda a vender, mas não devem ser um factor de sobrecarregamento das páginas. Optimize sempre as suas imagens antes de as carregar para o site.

4. FOQUE-SE NO CORE DO SEU NEGÓCIO

Costuma-se dizer e com razão “Cada macaco no seu galho“. Se o seu core business é a venda de doces e anda a tentar por si só criar a sua própria loja online para vender os doces, anda a perder tempo. Está a dedicar tempo precioso que deveria estar a ser aplicado na sua força de vendas e comunicação. Perde tempo a fazer algo que está fora dos seus conhecimento, e isto apenas para poupar alguns trocos.

A criação de uma loja online e tudo o que a mesma acarreta implica tempo e dedicação. Por isso deverá ser deixada a cargo de profissionais com o know how técnico e competências necessárias ao seu desenvolvimento. Dedique o seu tempo às tarefas que são realmente importantes e que sabe fazer, ou seja, vender o seu produto/serviço e deixe a criação da loja online a nosso cargo.

Se pretende criar uma loja online entre em contacto connosco para esclarecer todas as questões que tenha e solicitar um orçamento para o seu desenvolvimento.

Recomendar
  • Facebook
  • Twitter
  • LinkedIN
Partilhar
Tagged in
Deixar um comentário